Hora De Texto X G Neros Textuais

4 super dicas de fotografia life style

Hegel revelado, desenvolvido, trouxe uma armação conceptual da dialética no sistema. E não foi o sistema rígido de conceitos com a invariabilidade, definitivamente jogo, valores agudamente delineados. Conceitos filosóficos como se" derretido", ficou flexível, capaz para exprimir comunicações móveis, transições, desenvolvimento do mundo.

A representação idealista que a fonte de qualquer desenvolvimento — tanto a natureza, como sociedade e ser humano que entende — se conclui no autodesenvolvimento do conceito é a pedra angular da dialética de Hegel, portanto, tem a natureza espiritual lógica. Segundo Hegel", só no conceito a verdade tem elementos da existência" e por isso a dialética de conceitos decide por si mesmo que a dialética de coisas — processa na natureza e sociedade. O último (a dialética de coisas) é, segundo Hegel, a forma da dialética original", vida de conceito" inerente só só refletido" à distância"", ".

A quantidade — é a característica dos fenômenos, sujeitos, processos em ponto do desenvolvimento ou intensidade de propriedades inerentes a ele expresso em tamanhos e números". Igualando-se" de distinções qualitativas de sujeitos, a redução eles a alguma unidade faz a medição possível.

Dialética — o sistema aberto, criativo de pensar incitado a compreender tudo novas e novas realidades, situações de problemas com que a humanidade e a pessoa em cada nova etapa da vida, o caminho histórico caras. A dialética não é bastante para aprender-se segundo os livros. Cada posição dialética exige o seu desenvolvimento prático, a formação da habilidade da solução de problemas, o uso de conceitos dialéticos, a análise.

A qualidade — tal limitação de um sujeito que o caracteriza como este jogo de possessão sujeito de propriedades inerentes a ele e pertinência a uma classe dos sujeitos, mesmo com ele. Perdendo a limitação qualitativa o sujeito deixa de ser por si mesmo, ganha as novas linhas que definem a sua pertinência já a outra classe de sujeitos.

Qualquer produto de desenvolvimento, segundo Hegel, segundo certo esquema: afirmação ou polaganiye (tese), negativa desta afirmação (antítese) e, finalmente, negativa de negativa, remoção de contrastes (síntese). Na síntese a tese e a antítese da qual há uma nova consciência qualitativa consistem em como se provadas entre eles.

A formação da dialética foi um longo caminho. Distinga a dialética de filósofos antigos, a dialética idealista da filosofia alemã clássica e a dialética materialista de formas históricas da dialética. A afirmação de ideias do desenvolvimento significativamente modificou uma visão do mundo: começou a compreender-se não como um jogo" coisas prontas", a repetição dos mesmos ciclos e que o jogo dos processos desenvolvidos a tempo, tendo raízes no passado e enviou ao futuro.

A dialética atua como a perspectiva e um método que mais corresponde a espírito criativo e caráter humanístico de ciência moderna e cultura. Hoje forma uma base de novo pensamento e conhecimento.

Se essência — ele algo o general, o fenômeno — único, exprimir de só algum momento de essência. Se a essência é algo profundamente, o fenômeno — externo, mais rico, colorido. A essência — é algo constante e necessário, e o fenômeno — esta passagem mutável, casual. O fenômeno é como a essência prova do lado de fora, na interação com todos outro.